Longe daqui.

Todas as entradas e saídas.
Todos os cantos dos pássaros.
Confundidos em sonhos.

Por todas as cores das flores.
Por todas as manhãs que dão saudades da oportunidade de sono.
É tarde demais. Já foi.

Despertou o dia. Lindo, não?
Vontade de andar à pé.
Para encontrar as pegadas nas cheganças.

Passar com ferro o passado do tempo.
Que se torna presente para aquele que se faz futuro.
Desembrulha.

Leve para onde puder.
Pois é leve se quiser.
No bolso, na mão ou no olhar.

Carregue como se nunca fosse desapegar.
Pois se amansar seu desejo,
Sorria e volte a dormir.

Só mais cinco.

(Gabriela Angelo)

moo

 

 

Anúncios